Dom Celso Antônio Marchiori

Nascimento: 14 de Agosto de 1958

Ordenação Presbiteral: 06 de março de 1.988 (25 anos em 2013)

Ordenação Episcopal: 28 de Agosto de 2.009

Eleito Bispo de Apucarana: 08 de julho de 2.009

Posse como Bispo de Apucarana: 02 de outubro de 2.009

BIOGRAFIA 

Dom Celso Antônio Marchiori, filho de João Marchiori e de Maria Rosy Bülow Marchiori, nasceu no dia 14 de agosto de 1958 em Campo Largo, Paraná. De 1966 a 1970 faz seu curso primário no Grupo Escolar Dr. Felinto Teixeira, no bairro Itaqui, município de Campo Largo. Em 1972 se torna operário da fábrica de louças Steatita, hoje Porcelana Schmidt, onde permanece até fevereiro de 1976. Ingressa em 1976 no Seminário Menor São José, onde conclui o curso ginasial e colegial. Em 1981, residindo no Seminário Maior Provincial Rainha dos Apóstolos, em Curitiba, faz o curso de Filosofia na PUC-PR e logo em seguida, o curso de Teologia no Studium Theologicum. Ordenado presbítero a 6 de março de 1988, é nomeado Diretor Espiritual do Seminário São José, onde, no ano seguinte, passa a exercer a função de Reitor até 2005. De 1991 a 1994, em São Paulo, cursa a Escola para Formadores, mantida pela Associação Transcender. Em 1991 é nomeado administrador paroquial do Santuário de Santa Terezinha do Menino Jesus, onde se torna vigário cooperador em 1992. De 1996 a 2005 exerce a função de Diretor Espiritual do Seminário Filosófico Bom Pastor. Em 2006, passa a exercer a função de Reitor do Seminário Santíssimo Sacramento e de pároco da Paróquia do Santíssimo Sacramento. Finalmente, no dia 08 de julho de 2009, é nomeado bispo para a diocese de Apucarana, sendo sua ordenação Episcopal no dia 28 de agosto e sua posse em Apucarana no dia 02 de outubro de 2009.
Na CNBB nacional é o Bispo Referencial junto à caminhada de Evangelização da Pastoral dos Surdos no Brasil.

O Senhor realizou em mim e por mim maravilhas. Seja louvado e glorificado o nome do Senhor. Conto com suas preciosas orações para que eu seja sempre mais fiel a Jesus que me concedeu esta graça tão grandiosa. Através do Sacerdócio Jesus continua sua obra redentora. Obrigado, Jesus pela minha vocação sacerdotal. Obrigado, por todos os que contribuíram e favoreceram o desenvolvimento de minha vocação. Dom Celso

 

 

 

Residência: Av. Iguaçu, 167 - Centro

                    CEP. 86800-320 - Apucarana - PR

                    E-mail: docelmar@gmail.com ou domcelso@diocesedeapucarana.com.br

                    Blog:domcelso.zip.net
                    Redes Sociais:Facebook  
                                           Twitter 

                    Fone: 43 3422-6538

                     

Cúria Diocesana: Rua Prof. João Cândido Ferreira, 14

                             Cx. Postal 203

                             CEP 86800-970 – Apucarana – PR

                             Fone/fax: 43  3423-1428

                 e-mail: diocese@diocesedeapucarana.com.br

 

 

BRASÃO DE ARMAS DE DOM CELSO ANTÔNIO MARCHIORI,

BISPO DE APUCARANA - PR


DESCRIÇÃO HERÁLDICA:

Escudo francês moderno, todo em campo vermelho, (goles). Sobre ele prevalece a cruz latina, em ouro, vazada de azul. Aos pés, em contra-chefe, a flor-de-lis, em ouro, bi-partida, à direita da cruz e em prata, à esquerda. Ornamentos ou acessórios: Cruz episcopal em preto, (sable), vazada, de prata. Ela está encimada do chapéu prelatício, com forro vermelho, (goles), com duas séries de seis borlas, tudo em verde, (sinople), pendentes nos flancos do escudo. Listel de prata, com reverso em vermelho, (goles), contendo o lema ou mote "IN CRUCE DOMINI".


DESCRIÇÃO SIMBÓLICA:

No tríplice trabalho pastoral do Bispo, reger, ensinar e santificar, avultando este último. A santidade provém da Cruz que contém as "inexploráveis riquezas de Cristo", (Ef 3, 8) e que só conduzem ao céu, (azul), através do sacrifício de Pastor e ovelhas, (vermelho), "tome a sua cruz todos os dias e me siga", (Lc 9, 23); e é o significado do programa pastoral do novo Bispo, isto é, não ter outra glória senão" A CRUZ DO SENHOR", (Gal 6, 14). A flor-de-lis bi-partida simboliza a devoção do Bispo a Maria, (ouro) e a São José, (prata), ambos unidos intimamente ao mistério da Cruz. A flor-de-lis de Maria, simboliza também a terra natal do Bispo, Campo Largo, cuja Padroeira é Nossa Senhora da Piedade, "Maria que estava ao pé da Cruz", (Jo 19, 25).

Desenho e interpretação: Pe. Paulo Iubel.