Entrevista com Luiz Jesus Vechiatto sobre o filme

28 08 2017
0

Grupo Mãe do Céu que todos os anos produz o teatro "A Paixão de Cristo" agora na sétima arte com um filme sobre a vida Jesus.

Luiz Jesus Vechiatto é o responsável pelo Grupo Mãe do Céu, grupo destinado à promoção artística e cultural da Igreja Católica em nossa região, há 20 anos eles produzem o teatro “A Paixão De Cristo” que é considerado um dos maiores do Brasil, e neste ano de 2017, eles irão apresentar uma produção cinematográfica relacionado à vida de Jesus com o filme: “Jesus, A Esperança”, nossa equipe entrou em contato com Luiz para saber alguns detalhes sobre a produção, confira a entrevista:

D.A-Como surgiu à idéia de produzir um filme sobre Jesus Cristo?

Luiz Jesus Vechiatto: Em 2011 com a necessidade das pessoas assistirem um trabalho de evangelização com um elenco de mais de 1000 pessoas envolvidas no teatro surge à inspiração de fazer esta apresentação, mais ampla levando esta para outras regiões do Brasil e fora dele, sabendo que nem todos tem acesso para vim até a nossa cidade, para assistir ao vivo, e com uma qualidade, do filme em vídeo ficou bem melhor que a do teatro. Sem perder o foco na evangelização, como no teatro, conseguimos levar esta forma simples de apresentar, como voluntários, com três principais objetivos de todo o grupo, que é a FÉ, AMOR e PERSEVERANÇA.

D.A- Da emoção presencial do teatro para a visão do cinema, como foi esta experiência?

     Luiz Jesus Vechiatto: Totalmente diferente esta experiência, principalmente mostrando para nós um público com outra visão de                evangelização, e sim os desafios de levar um filme cristão no meio de outros filmes, não relacionado a este tema, em uma região de          interior sem artistas de nomes, isto se tornou um desafio maior ainda mais de colocar ele no mercado.

D.A- Sabemos que existem muitos filmes que relatam a vida ou algum aspecto de Jesus, qual é o diferencial deste filme?

Luiz Jesus Vechiatto: Sim! Existem mais de 500 filmes sobre a vida de Jesus, e claro que este “Jesus a Esperança” vai ter sua diferença, um filme voltado para fé, e principalmente o Amor de Nossa Mãe Maria, com o seu Filho Jesus.

D.A- O principal desafio para a produção do filme?

Luiz Jesus Vechiatto: Foi colocar ele no mercado, a dificuldade e a rejeição, a falta de interesse, por ser um filme religioso, grandes empresas cinematográficas e de televisão, tem medo que não de certo, foi o que deu para perceber, e custo financeiro, um filme com investimentos e recursos próprios, sem contratos, é o que deu aquele gosto difícil, mas nos motivou, vamos fazer.

D.A- Como é interpretar Jesus e qual o sentimento depois do filme pronto?

Luiz Jesus Vechiatto: É uma alegria, de viver Jesus Cristo, interpretá-lo, e pode viver e inspirar, tudo que é voltado para a nossa Santa Igreja, os desafios humanos da nossa carne, e viver intensamente esta Paixão de Cristo, é viver um pedaço do Céu. Alegria de saber que está no invisível, e diferenciar o materialismo deste mundo.

D.A- Considerações finais?

Luiz Jesus Vechiatto: Que possamos acreditar, quando colocamos Deus em nossas vidas, colocamos os desafios e ir à contramão deste mundo, em Hebreus 11, 1 “fala que o mundo era organizado pela Fé”, que com isso possamos organizar nossas vidas, famílias, comunidades, pela Fé, sabemos que Deus esta presente, quando agimos de uma forma para o bem comum, saímos do egoísmo, saímos de nós mesmos, e voltamos para o Anuncio do Reino dos Céus.

Confira mais registros do bastidores do filme em nossa Galeria de Fotos: Clique aqui.  

     Em breve será anunciada a data do lançamento do filme nos cinemas e nossa equipe trará todos os detalhes para você.

     #dioceseonline 


Comentários