Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/diocesed/public_html/portal/classe/seo.class.php on line 78

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/diocesed/public_html/portal/_private/conectar.php on line 6
Trecho da mensagem que será lida no 4º Concerto de Páscoa - D.A Online

Trecho da mensagem que será lida no 4º Concerto de Páscoa

04 Abr 2018
0

Tradicional Concerto de Páscoa terá duas apresentações, dia 4 de abril em Arapongas e dia 6 em Apucarana, ambos com a entrada franca!

Por Arthur Palú Filho 

E uma das formas que o homem adota para ajudar a celebrar a Páscoa é utilizar-se da mística da música. Música esta que pode ser de caráter religioso ou popular. É a expressão das emoções do homem, diante de seus sentimentos quando vive momentos de regozijo ou dor.

Assim, pode optar pelo Canto Solo ou Canto Coral. Se o Canto Solo contempla a individualidade, no Canto Coral é a manifestação comunitária que se expressa.

Vejamos um pouco de História:

Não há um marco inicial confiável da atividade coral. O que se tem são registros que nos fazem supor a sua antiguidade. Um dos mais antigos se encontra na Caverna de Cogul, na Espanha, datando do período neolítico. Vários desses textos antigos estabelecem uma ligação entre cerimônias de natureza espiritual, danças religiosas e o canto coral.

Na Grécia Antiga, há referências a um coro ligado ao teatro. O Cristianismo, no século 1º, em Roma se refere ao conjunto de pessoas que exerce o canto.

Por volta dos séculos 7º e 8º, há registros de que já se desenvolvera a polifonia, ou a música em mais de uma voz. No século 12, aparecem as primeiras partituras particularmente criadas para coro com três vozes. Já no século 13, especialmente na Escola Parisiense de Notre-Dame, se estabelece a modalidade mais conhecida de quatro vozes. No século 14, é criada a forma coral conhecida como Missa, na qual os estágios mais importantes do culto católico eram cantados.

No século 19, o coro torna-se matéria nas escolas parisienses, no mesmo período em que nascem os Festivais de Música. No século 20, aperfeiçoam-se, aprofundando o caráter social do canto coral.

Um Coral, é um grupo de cantores distribuídos por naipes segundo a tessitura de suas vozes: Baixos, Tenores, Contraltos e Sopranos; incluindo, algumas vezes, também as vozes intermédias: Barítono e Mezzo-soprano.

Ainda que ligado diretamente à música, o canto coral vai além das questões musicais e converte-se numa atividade que envolve a sociologia, a musicoterapia, psicologia, a antropologia, a fonoaudiologia e outras ciências afins.

O tipo mais antigo de Coral é o de igrejas, formados por religiosos, com repertório sacro e religioso de altíssima qualidade e excelência musical. Todos os grandes compositores escreveram músicas para coro.

Hoje, este gênero musical é largamente disseminado nas Universidades, Ambientes Escolares, Igrejas, Associações, Clubes e Empresas. A maioria dos corais no mundo são amadores, em contraposição aos profissionais, em que os cantores são contratados e têm o canto como trabalho...

A mensagem completa você poderá acomopanhar nas apresentações: 

  • Dia 04 de abril

Capela São Bartolomeu

Arapongas – 20h

Entrada franca

  • Dia 06 de abril

Cine Teatro Fênix

Apucarana – 20h

Entrada franca, com retirada de ingressos a partir das 19h

Veja também: Maestro Adenor será mais uma vez o regente do tradicional concerto de páscoa 

Todos os que comparecerem certamente contribuirão para engrandecer ainda mais este evento, que já está se tornando tradição nas cidades de Arapongas, Apucarana e região. Desde já, muito obrigado a todos!

Se inscreva em nosso canal no YouTube neste link: youtube.com/diocesedeapucarana 

#dioceseonline 

 

 


Comentários