Demos glória a Deus por tanto amor

04 Abr 2017

Apucarana, 01 de abril de 2017

 “Não tenhais medo! Sei que procurais Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui! Ressuscitou, como havia dito!” (Mt 28, 5-6).

Transbordando de alegria pascal, com a amável presença de Jesus em nossa comunidade eclesial, deixemo-nos iluminar pela luz da Ressurreição e abramos o coração para acolher a vivificadora Palavra de Deus que se fez carne, fez morada entre nós, apresentou-se como o Caminho, a Verdade e a Vida, ensinou-nos os valores do reino de Deus, chamou-nos todos à conversão, para que vivêssemos com autenticidade e até às últimas consequências o mandamento do amor e nos enviou em missão para levarmos sua luz e sua paz a todos os corações.

Exulte de alegria o nosso coração, pois o Senhor não nos abandonará jamais. Profundamente tocados pela graça da Páscoa e renovados pelo Espírito Santo, perseveremos no seguimento de Jesus. Como seus fiéis discípulos missionários demos um passo à frente para sairmos em missão.

Aleluia! Irmãs e irmãos, alegremo-nos, pois Cristo ressuscitou verdadeiramente, aleluia! Todas as vezes que nos reunimos para celebrar a Eucaristia, especialmente aos domingos, é para celebrar o maior acontecimento de todos os tempos: a ressurreição de Jesus. Este é o fato central, e o mais importante de toda a história da salvação que a Bíblia nos relata. Tudo o que se encontra no Antigo Testamento é preparação para a vinda de Jesus. E tudo o que está no Novo Testamento testemunha que Jesus, por amor e para fazer a vontade de Deus, de fato, veio, viveu, sofreu, morreu e ressuscitou.

Jesus venceu a morte, venceu o pecado e está vivo no meio de nós, transmitindo-nos a vida nova que ele nos trouxe do Pai. É a nova criação que aconteceu no primeiro dia da semana e que agora se chama Dia do Senhor. Exultantes de alegria celebremos essa vitória sendo em toda parte sinais de vida, sinais luminosos da presença de Cristo que nos dá vida em abundância. Demos glória a Deus por tanto amor!

Com sua vitória triunfante, Jesus nos garante a nossa vitória e a nossa ressurreição. Ficamos tristes e lamentamos sua dolorosa Paixão, mas nos alegramos imensamente com o resultado final, a sua Ressurreição. E nos comprometemos com ele indo ao encontro dos outros, especialmente de quem mais precisa de nós.

Sim, como nos testemunha o Papa Francisco, “O Senhor está vivo e quer ser procurado entre os vivos. Depois de tê-lo encontrado, cada um é enviado por Ele para levar o anúncio da Páscoa, para suscitar e ressuscitar a esperança nos corações pesados de tristeza, em quem sente dificuldade para encontrar a luz da vida. Há tanta necessidade disto hoje. Esquecendo-se de nós mesmos, como servos jubilosos da esperança, somos chamados a anunciar o Ressuscitado com a vida e através do amor”.

Nosso Senhor Jesus Cristo que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu reacenda e fortaleça em nós a esperança de dias vindouros que nos proporcionem uma nova vida de paz e de verdade.

Com minha afetuosa Bênção Apostólica, desejo a todos e a todas uma frutuosa e santa Páscoa.

+Celso Antônio Marchiori - Bispo da Diocese de Apucarana. 

#dioceseonline