Dia Internacional da Mulher

08 Mar 2011

 Dia Internacional da Mulher, dia que nos faz refletir e reconhecer o valor destas apaixonadas pela vida que fazem parte de nossa história.

Mulher é minha Mãe, minha irmã, minha avó, minha madrinha, minha amiga. Mulher é Maria, Mãe de Jesus, nosso eterno Salvador.

Homenagear a mulher neste Dia Internacional da Mulher, significa que queremos reconhecer nelas o grande e eterno significado que elas têm para todos nós. 

Com o Papa João Paulo II quero também elevar a Deus esta prece: "Obrigado, Senhor, pelo vosso desígnio sobre a vocação e a missão da mulher no mundo”. Também quero dizer um grande muito obrigado “às mulheres, a cada mulher, por aquilo que ela representa na vida da humanidade”.

Parabéns à mulher-mãe que permite em seu ventre a ação criadora de Deus, e que durante toda a sua vida, na alegria e no sofrimento, acompanha seus filhos com seu carinho e com seu amor.

Parabéns à mulher-esposa que uniu irrevogavelmente o seu destino ao de um homem, numa relação de recíproco dom, ao serviço da comunhão e da vida.

Parabéns à mulher-filha e à mulher-irmã que faz acontecer no seio familiar e durante toda a sua vida, gestos fraternos e generosos de solidariedade.

Parabéns à mulher trabalhadora que, nas mais variadas funções e profissões, sempre com muito empenho, contribui para uma cultura de paz, de solidariedade e de vida. Conjugando razão e sentimento, estão sempre bem dispostas à edificação de estruturas econômicas e políticas mais ricas de humanidade.

Parabéns à mulher-consagrada, das mais variadas congregações e institutos, presentes em nossa Diocese de Apucarana, que, a exemplo da Mãe de Cristo, com docilidade e fidelidade ao amor de Deus, está sempre motivada para ajudar a Igreja e a humanidade inteira fazendo com que as pessoas vivam com Deus um amor “esponsal”, sinal profundo de comunhão com Ele e com seu semelhante.

Simplesmente, parabéns mulher pelo que você é! Com a capacidade perceptiva que lhe é própria, o mundo fica mais rico e mais bonito, pois você, como grande benfeitora da humanidade, favorece a verdade plena das relações entre as pessoas.

+Celson Antônio Marchiori
      Bispo de Apucarana