Mensagem para Janeiro de 2015

07 Jan 2016

Feliz ano Novo, na misericórdia e na paz!

“Que a misericórdia, a paz e o amor se realizem em vós copiosamente” (Jd 1, 2).

Apucarana, 01 de janeiro de 2016

Iniciando um novo ano, cheio de esperança, quero formular votos de paz e de abundantes bênçãos para você e para todas as famílias de nossa diocese, do Brasil e do mundo. Que todos nós estejamos firmes e empenhados, neste ano de 2016, a trabalhar, sem medir esforços, na promoção da justiça e da paz. Como nos diz o Papa Francisco na sua mensagem sobre o Dia Mundial da Paz desse ano, “Na verdade, esta é dom de Deus e trabalho dos homens; a paz é dom de Deus, mas confiado a todos os homens e a todas as mulheres, que são chamados a realizá-lo”.

Mesmo que no ano passado, tenhamos visto e ouvido falar de muitas guerras, terrorismo e violência de todo tipo, não percamos a esperança e empunhemos a espada da misericórdia para vencermos todos os sinais de morte que possam estar nos espreitando querendo nos tirar a paz. Juntos, irmanados no amor de Jesus que veio para nos salvar, renovemos nossa esperança e acreditemos na capacidade que Deus nos deu para sermos nós mesmos os construtores de uma sociedade humanizada e fraterna. Muitos ainda não descobriram a força que existe dentro de nós para a realização do bem, e de todo o bem, pois Deus, o Bem maior, está dentro de nós e nos impulsiona para realizarmos somente o bem. Precisamos acreditar nessa força divina dentro de nós. E, certamente, nossas ações serão revestidas de solidariedade que nos sustentarão na superação do individualismo, da apatia e da indiferença.

Com nossas ações, motivadas pelo amor e pela misericórdia, teremos condições de assegurar, uma existência mais digna para todas as famílias da terra, sobretudo para aquelas mais pobres e que estão longe de nossos olhos.

Nunca podemos nos esquecer de que, em nossos esforços na promoção da paz, precisamos nos empenhar no cuidado do bem-estar da terra, nossa casa comum. Uma grande missão é a nossa: cuidar do bem-estar de tudo quanto existe e que foi criado para nossa sustentação e felicidade; cuidemos de nossa harmonia integral, ou seja, do nosso relacionamento com Deus, com as pessoas ao nosso redor, com o meio ambiente e com o nosso próprio coração.

Vivendo o Ano Santo da Misericórdia, num clima de oração e de conversão, vamos trabalhar, na família e em todos os ambientes onde estivermos cada dia, para que todas as pessoas, usando de sua capacidade para fazer o bem, possam, com humildade e compaixão, favorecer e testemunhar a misericórdia, o perdão, a doação generosa de si, a prática da mansidão e, cheios do temor de Deus, superem a indiferença, a desigualdade e conquistem a paz.

Sob o olhar maternal da Santíssima Virgem, Mãe de Jesus, o Príncipe da Paz, a todas e a todos, os meus mais sinceros votos de um ano repleto de fraternidade solidária, das melhores bênçãos do céu e de muita paz no coração, na família e na sociedade inteira.

A todos vocês, meus filhos e filhas na fé, “graça, misericórdia, paz da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, nosso Senhor!” (1Tm 1, 2).

Contem com minha bênção e minhas orações e lhes peço também que orem por mim e pela diocese.

+Celso A. Marchiori – Bispo Diocesano