Bíblia: Palavra de Deus que nos mantém em comunhão eclesial

31 08 2016

Apucarana, 01 de setembro de 2016

A Bíblia é um grande tesouro que muitos desconhecem, ou que não acreditam que o seja. Ela é um instrumento norteador da vida de todo o que a lê, medita, ora e vive segundo seus ensinamentos. É também alimento para nossa vida, luz em nosso caminho e inspiração em nossas decisões. Um fator favorável que nos leva à intimidade com Deus pela oração constante. É graça preciosa que aperfeiçoa nossa dimensão humana para uma harmoniosa convivência.É manifestação por escrito da vontade de Deus que deseja que “todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade” (1Tm 2, 4).É ainda, um precioso livro de oração que nos coloca em atitude permanente de escuta daquele que nos ama eternamente.

Sim, a Palavra viva de Deus nos favorece um renovado encontro com o Senhor Jesus.Ela é segurança que fortalece nosso espírito para vivermos mais intensamente “de acordo com o desígnio eterno que Deus realizou em Jesus Cristo, nosso Senhor” (Ef 3,11). É um extraordinário conteúdo referencial que nos mantém em comunhão na Igreja de Cristo. E como é belo o encontro com a Palavra de Deus na comunhão eclesial.

Conforme a Exortação Apostólica Verbum Domini, essa nossa comunhão “é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo” (1 Jo 1, 2-3). O Apóstolo fala-nos de ouvir, ver, tocar e contemplar (cf. 1 Jo 1, 1) o Verbo da Vida, já que a Vida mesma se manifestou em Cristo. E nós, chamados à comunhão com Deus e entre nós, devemos ser anunciadores deste dom.

Na medida em que avançamos na leitura orante das Sagradas Escrituras, o Espírito Santo vai nos auxiliando a redescobrir o encontro pessoal e comunitário com Cristo, Verbo da Vida que se tornou visível, e vai nos tornado seus anunciadores para que o dom da vida divina, a comunhão com Deus, se dilate cada vez mais pelo mundo inteiro. Com efeito, participar na vida de Deus, Trindade de Amor, é a alegria completa (cf. 1 Jo 1, 4). Quando essa experiência vai se difundindo entre pessoas, famílias e comunidades, os ambientes vão se transformando em espaços de vida, de alegria e de liberdade.Por isso, é importante que a leitura orante da Bíblia, que é um grande desejo da Igreja, seja conhecida e praticada por todos os fiéis e que todos a divulguem.

Motivemos nossas crianças e jovens para que leiam e meditem as Santas Escrituras. Desde cedo, possam encontrar nelas o alimento para sua vida, a luz para seu caminho e a inspiração parasuas decisões. Muito especialmente, com os salmos, busquem intimidade com Deus na oração constante e com os santos Evangelhos, contem com a preciosa graça de Deus para se aperfeiçoarem na convivência com os demais.

Quanto mais nos colocamos à disposição da Palavra divina, tanto mais o Espírito do Senhor derramará os seus dons sobre nós para que sejamos guiados para a verdade total e para que nos tornemos anunciadores credíveis da Palavra de salvação.

Assim como a Virgem Maria, muito feliz porque acreditou e acolheu no seu ventre o Verbo de Deus para dá-lo ao mundo, assim também nós, deixando-nos transformar pela Palavra de Deus, cheios de alegria e de ardor missionário, sejamos anunciadores da Palavra a todas as pessoas que vamos encontrando ou alcançando pelo caminho. Que a Palavra de Deus seja, também a elas, lâmpada para seus passos.

+Dom Celso A. Marchiori – Bispo da Diocese de Apucarana

#dioceseonline